domingo, 3 de maio de 2015

MÃE CÓSMICA

Todo o dia regressei à paisagem liquida, intra-uterina, onde naveguei durante nove meses, há 77 anos. Ofereço àquela que me trouxe e entrego a estas mães e a todas as madres de todos os tempos este úbere ramalhete de flores orvalhadas de gratidão e  saudade.

                      
                      

                        Tudo o que a vida tem
                        Tem dentro dela
                        O nome de Mãe


                        Mãe-água    e Mãe-terra
                        Mãe-céu      e Mãe-luz
                        Mãe-corpo  e Mãe-alma
                        Mãe-Deus   - Mãe-Mulher


                        Em tudo o que houve e houver
                        De aquém e de além
                        Tu és princípio e fim
                        Força criadora do Sim
                        Eterna essência de Mãe

_____________________          

03.Maio.2015     
Martins Júnior