sábado, 15 de agosto de 2015

CEREJAS VERMELHAS NUM BOLO CINQUENTENÁRIO – ACEITO E AGRADEÇO

(Na entrada para a Missa Nova)

Era bem outro o tema  que me havia proposto trazer hoje à nossa roda de amigos: o popularmente designado por “Dia das Sete Senhoras”, com todo o polivalente recheio que ele sintetiza. Fica para outra oportunidade.
Porque, sem nada fazer por isso, ao fim da tarde  vi-me inundado nesta rede de comunicação pelas muitas saudações e abraços endereçados a propósito dos 53 anos do meu percurso sacerdotal.  Registo e agradeço: entram como ar puro, inebriante, dentro de mim  e saem, enternecidos e calorosos, ao encontro de quem, imprevistamente, mos enviou.
Olhando em retrospectiva, nada de excepcional realizei: foi o amor com que  os meus pais me trouxeram ao mundo  e foi Mestre Tempo --- foi e continua a ser  esta dupla afectiva e cronológica que merece brilhar no vértice da pirâmide que constitui a vida, a minha e a de cada um de nós.
Coube-me ainda  o supremo conforto de encontrar, ao fim de tantos anos, um  novo “Pedro, Pescador” em Francisco Papa, cujos ideais e cujas lutas sempre nortearam os meus passos, desde a primeira hora.
“O caminho faz-se caminhando”, não no vácuo indefinido, mas na mira de um horizonte, sempre mais próximo e sempre mais distante, com a convicção de que sozinhos nunca lá chegaremos. São as palavras e os gestos --- os vossos --- que me acompanham ao longo da picada e são também os espinhos e as armadilhas que outros tecem no percurso --- é neste dialéctico binómio que se arrumam e consolidam os nossos ossos, as nossas veias, as emoções, os sonhos, enfim,  o composto neurovegetativo --- embrulho ou tesouro? --- dos 20, 40, 70, 90 ou mais anos desta viagem datada no calendário da história.
Tal como sucede com os mestres concertistas do piano, a nossa realização pessoal é sempre um concerto a-várias-mãos, tantas quantas nos surgem na partitura breve da vida.
Entrelaço, pois, as minhas nas vossas mãos pela melodia com que me quisestes brindar no meio desta ponte que une o 15 de Agosto de 1962 ao 15 de Agosto de 2015.

15.Ago.2015

Martins Júnior