domingo, 5 de novembro de 2017

A DOUTORES DA LEI, A “MESTRES” DA TEOLOGIA, A DEVOTOS PATERNALISTAS, A BISPOS, A CARDEAIS, A “NÚNCIOS” E A CATEDRÁTICOS DA RELIGIÃO


“Atenção a  todos esses que estão sentados na cátedra do Poder, do Templo e do Dinheiro:
Cuidado com eles, meu povo!
Observai o que eles dizem, mas não façais o que eles fazem. Porque eles fazem o contrário daquilo que pregam. Eles arranjam fardos pesados e põem-nos às costas do povo, mas nem com um dedo lhes querem  tocar.  
         Todas as suas obras têm um único objectivo: dar nas vistas, fazer publicidade. Por isso, apresentam-se faustosamente vestidos, com largas faixas e longos adornos, báculos, mitras e coroas preciosas. Pelas mesmas razões, saltam por cima dos outros para ocupar a primeira fila nas assembleias, os primeiros lugares do protocolo, em todas as cerimónias públicas, procissões e paradas solenes. E à sua passagem querem ser saudados pelos espectadores, incensados nos rituais, adulados pelos subalternos.
         Nenhum deles merece o nome de mestre, porque UM SÓ é o vosso Mestre e vós sois todos irmãos. Nem os chameis de doutores, porque UM SÓ é o vossos Doutor e Guia. Recusai os seus falsos afectos paternalistas, porque UM SÓ é o vosso Pai.
Eles procuram poder e mais poder. Observai-os, separai o trigo do joio. E o sinal é este: entre vós, o que for o maior faça-se o servo, o criado dos outros”…. “Eu próprio aqui estou não para ser servido, mas só para servir a todos”.
                                            ***
Onde estará o corajoso autor destas palavras? No banco dos réus, na prisão, no cadafalso?... Quem é esse peregrino ‘revolucionário’ que neste domingo, 5 de Novembro de 2017, tem a ousadia de denunciar  frontalmente e com autoridade moral a hipocrisia mais grosseira dos detentores do poder, do capital e da religião?...
Podemos encontrá-lO, hoje, desde o raiar da aurora, abrindo o texto de Mateus, capítulo 23, lido em todos os templos do mundo.
Estamos juntos!
05.Nov.17
Martins Júnior