sexta-feira, 13 de abril de 2018

SEXTA-FEIRA, DIA 13 – QUEM EXORCIZA ESSES DEMÓNIOS ?


                                                    
“Sexta-feira era o dia fatal e aziago”…”Ai, aquela sexta-feira, 13”!
      Quem se não lembra do nosso Almeida Garrett – quer nas “Viagens na Minha Terra”, quer no “Frei Luís de Sousa”, pela voz angustiada de Madalena – repercutindo as lendas e superstições populares sobre a “sexta-feira, dia 13”, povoada de demónios, bruxedos, remorsos, terrores e sobressaltos?
         Mesmo que tenhamos ultrapassado o obscurantismo medieval, a verdade é que “sexta-feira, 13” acontece todos os dias, “desde que o homem queira”, E torne  cada dia “fatal e aziago”, carregado de traumas, tremores e neuroses. E não é que, para castigo desta minha atrevida ironia, cai-nos precisamente hoje  em cima do crânio e em todas as placas tectónicas da condição humana o terror generalizado, engendrado por uma turma de tresloucados, cínicos, autistas imprevisíveis?! Nomes de gente, mas estirpe de qualquer diabólico ADN que o povo escolheu para governar!
         Será preciso descrevê-los? Ei-los, de peito aberto e olhos faiscantes, no trono das TV’s,  vomitando ameaças de fogo devorador, com o mesmo digital de Bush, em 2003, pronto a premir o disjuntor da morte! Anteontem, era Trump  a vociferar que “avançava já o ataque à Síria”. Ontem, “afinal, não afirmei nada disso”, mas “o ataque poderá ser já… ou nunca”! E foi preciso chegar ao século XXI para assistir (e tremer!) como pintos diante de actuais monstros das cavernas pré-históricas?!.., Depois, junta-se o sósia de Moscovo, comparsa formal e executor material do mesmo plano de destruição maciça, sobe à cátedra e, como víbora  sábia das estepes, arvora-se em douta conselheira de soluções pacíficas. Do outro lado, até o gárrulo ditador turco, herdeiro sequaz do criminoso império otomano, aproveita a maré da paranóia americana e admoesta os ‘putos’ a não armarem “brigas de rua”. Quem aguenta tamanho cinismo e hipocrisia, sabendo que têm na ponta dos dedos os paióis abastecidos?!... E na sombra, lá se arregimentam Israel, Irão, Arábia Saudita. Quem nos livra, quem exorciza estes demónios vivos?

         13.Abr.18
         Martins Júnior